Caiu o "Chefão"



Apesar da longa, aplaudida e consistente carreira como autor e diretor de teatro, tendo recebido todos os prêmios possíveis, no Brasil e no exterior, inclusive o "Faz Diferença", da Globo, Aderbal Freire-Filho não conseguiu escapar da sanha dos que o rotularam de "marido da Marieta Severo", de captar milhões na Lei Rouanet e de viver "de uma boquinha do PT"; "Nunca fui tão execrado publicamente", exclama; nessa entrevista ao 247, ele diz que "Cunha é um bandido. Mas os bandidos são muitos mais! Os cúmplices dele, o Temer, são bandidos"!; e que "caiu o chefe, mas o seu principal cúmplice, que faz tudo pra salvá-lo, é o presidente da República. E continua na marginalidade comprando votos para virar de interino permanente".