Moro, prende o Lula, por favor


O ansioso blogueiro abatia uma pizza na privilegiada companhia dos professores Gilberto Bercovici e José Francisco Siqueira Neto, quetentaram salvar as empresas que o Moro vai enterrar na mesma cova em que depositará osossos dos bancos.

Falávamos da sinuca de bico em que o Lulameteu o Senado, o Moro e o Supremo, com orecurso à ONU para não ser "justiçado" no Brasil, como diz o professor Luiz Moreira.

Tacada de mestre!
Internacionalizar o Golpe.
Traduzir o Golpe para o Inglês.

E só Lula podia fazer isso: botar o bum-bum do Golpe (e do Moro) na vitrine do mundo.

Mostrar que o rei está nu.

A pizza adquiria, então, sabores adicionais.

Até que se discutiu se, diante da janela da ONU, o Moro – ou algum juiz alucinado – teria a coragem de prender o Lula.

E se admitiu a hipótese de isso ser uma boa ideia!

Apenas uma hipótese!

O Moro prender o Lula é uma ótima ideia, pensando bem.

O Dr. Moro, quando estudou nos Estados Unidos, deve ter aprendido sobre o Partido Revolucionário Institucional – um oxímoro em si mesmo -, o PRI, que governou o México de 1929 a 1982, e construiu a incorporação definitiva do México aos Estados Unidos.

O PRI voltou ao poder em 2012, com Peña Nieto, e a primeira coisa que ele fez foi entregar a PEMEX às empresas petroliferas americanas, como fez o Pedro Parente, aqui: vendeu por 8 o que valia 22, como demonstrou o Fernando Brito.

É tudo a mesma sopa, diria o Mino.

Mas, o Dr. Moro deve ter aprendido também, lá nos Estados Unidos, como é que funcionavam as eleiçoes no México.

Com o "dedazo".

O presidente escolhia o sucessor: é este!

Apontava o dedo e não perdia uma eleição (na verdade, ganhava com 70% dos "votos".)

Era a "ditadura perfeita", a que se referiu o Vargas Llosa.

A expressão "dedazo" adquiriu carater pejorativo, é claro, mas, num contexto diverso, descreve o que acontece no Brasil.

O "dedazo" do Lula escolheu a Dilma, porque as possibilidades originais, Palocci e Dirceu, foram detonadas pelo Golpe PiG-Judiciário e, de certa forma, os dois se destruíram mutuamente.

O "dedazo" fez a Dilma.

E fará de novo, com muito mais precisão e garantia.

De dentro da cadeia, Lula vai dizer "é este"!

A mobilização popular será gigantesca – diante do "justiciamento" do Lula -  e o Lula elegerá quem escolher.

A dedo!

Por isso que os Golpistas preparam o Golpe doGilmar (PSDB-MT).

Dar o poder ao Padim Pade Cerra, indiretamente.

E eles acham que o povo não vai perceber …

(E o povo vai tomar chopp de graça!) 

PHA

Postar um comentário