***

A ação do PSDB contra o fatiamento do impeachment tem preocupado os advogados Janaína Pascoal e Miguel Reale Jr., autores do pedido de impeachment de Dilma Rousseff.

O temor é que uma revisão do processo resultante da ação acabe por levar o Supremo Tribunal Federal (STF) a julgar o mérito da questão e discutir se houve crime de responsabilidade.

Caso o STF decida que Dilma não cometeu crime de responsabilidade, ela reassumiria a Presidência da República imediatamente, já que o prazo de 180 dias de afastamento, previsto para que o caso fosse julgado, expirou.