Conteúdo de Qualidade Superior

Globo já cobra a fatura do golpe

Uma das principais articuladora do golpe parlamentar de 2016, a famigerada famiglia Marinho já cobra de Michê Treme as medidas daquele que considera ser seu próprio governo; entre elas, as reformas trabalhista e previdenciária, que flexibilizam direitos dos trabalhadores e ampliam a idade mínima de aposentadoria; Globo também cobra a não interferência no caso Eduardo Cunha (PMDB-RJ), outro personagem central na trama golpista, e a pacificação com PSDB e DEM – o que significa seguir uma agenda mais liberal; no Estado de São Paulo, que também apoiou a derrubada de Dilma, são cobradas as "medidas amargas".