Conteúdo de Qualidade Superior

Tucano Moro decreta sigilo em investigação sobre Psdb e Pmdb

Planilhas apreendidas pela força-tarefa da Operação Lava Jato detalham o pagamento de propinas a políticos dos níveis municipais, estaduais e federal

Em despacho publicado nesta semana, o juiz federal Sérgio Moro decretou sigilo nas investigações às transações referentes ao Setor de Operações Estruturadas da Odebrecht. O magistrado é responsável pelas ações penais da Operação Lava Jato, que apura um esquema de cartel e desvio de recursos da Petrobras.

(...) O processo colocado sob segredo de justiça é o de número 5046159-54.2016.4.04.7000. Com a decisão, fica em sigilo o resultado da operação de busca e apreensão em escritórios da Odebrecht. O despacho de Sérgio Moro foi publicado na última quarta-feira (28).

Moro justifica nos autos que, "Como as investigações dos pagamentos nesse setor têm desdobramentos imprevisíveis, o que poderá levar à necessidade de novas diligências, inclusive novas quebras e buscas, decreto sigilo sobre estes autos em relação a terceiros e aos investigados".

Com isso, o sigilo das investigações passa para o grau 4, cujo acesso aos desdobramentos do processo fica restrito à autoridade policial e ao Ministério Público Federal (MPF), "sem prejuízo do levantamento do sigilo quando não houver mais riscos às investigações". 

Caso os investigados reivindiquem o direito de acessar os autos, Moro afirma que as solicitações serão decididas "caso a caso".