Poesia do Briguilino

Eita vida boa
Eita vida braba

A morte vem
O amor não acaba

Por que será?

Postar um comentário