Judiciário e Ministério Público os + corruptos dos poderes! Corrompem a ideia, o ideal de Justiça

Obrigado Joesleys, por Rui Daher

Sim, os açougueiros Batista podem ser uns crápulas, como os Odebrecht, Andrade, Cerveró, Paulo Roberto Costa, Palocci, outros, mas foram eles que catapultaram o movimento pelas "Diretas Já", como visto ontem na Princesinha do Mar, e que a cada dia poderá ganhar mais força e até mesmo vingar contra as constitucionalidades indiretas, agora usadas, embora esquecidas quando no impeachment de Dilma Rousseff.

Daí meu agradecimento, envergonhado é verdade, ao Doutor Joesley, sempre recomendado para a lateral-direita do Atlético ou do Cruzeiro.

O Rio de Janeiro sempre se caracterizou pela inconformidade. Desde Negrão de Lima, na época da ditadura militar. Para lá, foram Brizola e Darcy. Saturnino e Marcelo Alencar lá estiveram, como hoje estão Lindberg Farias, Jandira Feghali e Marcelo Freixo, artistas-pitangas que não têm medo da Rede Globo.

Para nós, em São Paulo, contam mais CUT, MTST, MST, e seus líderes clássicos. Ao Brasil afora caberá se manifestar de forma crescente, como aconteceu ontem no Rio de Janeiro, pela convocação imediata de eleições diretas.

A remobilização veio de Joesley, ao armar facas, serras e cutelos para desossar Cunha, Aécio, Temer e toda a quadrilha. Só então o Brasil pôde perceber a cagada feita ao pegar em panelas e marchar com os patos-amarelos.

Batistas, como vocês conseguiram essas fortuna e proeminência no mercado externo? Sacanearam o BNDES da Silvinha Despedida? Não passam de uns escroques agora exilados nos EUA? Logo saberemos e, provavelmente, pouco os incomodaremos como fizemos com Paulo Maluf ou com os US$ 600 bilhões escondidos em paraísos fiscais.

Mesmo assim, vale o agradecimento. Vocês destrincharam as aves de rapina e serviram-nas aos pedaços com a verdade sobre os que nos mentiam acobertados pela mídia desonesta.

Foram abatidas em pleno voo do golpe e das reformas. Agora desatinaram, dão encontrões uns nos outros, não sabem mais onde bater panelas. Talvez nas próprias cabeças sob risco de furos de onde corram fezes. Defendem-se sem armas.

Grande Joesley, lateral-direito (claro, só poderia, não tem pé esquerdo), mas que defende e vai pro ataque.

O Barcelona procura um para substituir Dani Alves, hoje na Juventus. Como dizem os italianos: raccomando, conta di me.