O Brasil do golpe, por Vera Nilce Correia Cordeiro

Resultado de imagem para teatro vazio


Andar à noite no Rio de Janeiro dá tristeza.  Fui ao teatro, aqui mesmo em Copacabana, e os bares que antes viviam cheios, com pessoas em pé bebendo,  agora sobram lugares, o teatro que antes se tinha que comprar ingresso com antecedência cheguei na hora e meu lugar de preferência vazio,  a platéia ficou ocupada pela metade.  
Quando o ator falou da falta de patrocínio,  quase disse que muitos da classe teatral foram às ruas pedir o golpe.  

As ruas que às 10 horas sempre estavam com muita gente circulando contam-se os que estão nelas, poucos carros nas ruas a essa hora.  

Se for por medo que as pessoas estão se recolhendo é bom saberem que quanto mais nos acovardamos mais os bandidos tomam conta dos espaços.  Mas acredito  que também essa situação seja por conta da queda do poder aquisitivo.  

Logo muitos entrarão em depressão,  os que não saem de casa e os que não têm para quem vender seus serviços.  

Hoje numa pequena galeria vi que neste mês três lojas fecharam. 

É o Brasil do golpe!

***