Pular para o conteúdo principal

Atualizando o "com supremo com tudo"

Agora com Jair Bolsonaro na presidência e para "estancar a sangria" Farsa jato entrou no esquema e Sérgio Moro foi incluído no rol dos ministeriáveis. Confissão maior que a Operação não passou de mais uma peça do xadrez que tirou Lula do jogo para que a direita chegasse ao Planalto. Eles não contavam que a extrema-direita (Bolsonaro) é que chegasse lá. Sejumoro vai receber sua parte no quinhão. 
Vida que segue, voltas que a vida, "mas de repente as coisas mudam de lugar e quem perdeu pode ganhar.



Leia também: Crônica política, por Laerte Coutinho

Comentários