Pular para o conteúdo principal

Bolsonaro: um governo de ficha-suja

***
Eleito surfando na onda do combate a corrupção, Jair Bolsonaro indicou dez ministros, seis deles respondem na Justiça por corrupção, caixa 2, improbidades e muitas outras maracutaias. São eles: Onyx Lorenzoni, deputado (Casa Civil); Paulo Guedes, economista (Economia); Marcos Pontes, tenente-coronel (Ciência e Tecnologia); Tereza Cristina, deputada (Agricultura); Luiz Henrique Mandetta, deputado e médico (Saúde); e Sérgio Moro, agora ex-juiz federal (Justiça).

Começou bem...



Comentários