Pular para o conteúdo principal

Mantenha distância


Mantenha distância
Dos meus erros, defeitos e manias
Continuo sendo o mesmo que você conheceu a tempos atrás
E continuarei sendo
Mudei a aparência, a essência permanece igual

Mantenha distância
Do meu jeito, problemas, dilemas etecetera e tal
Pra você já fui o Príncipe Encantado hoje sou o Lobo Mau
Mantenha distância

E caso a gente venha a se cruzar pelas estradas da vida
Tenha certeza sequer anotarei a placa do teu caminhão
E se me ultrapassares nem lerei a frase do teu para-lamas

Mantenha distância

Joel Neto

Comentários