Motorola i1: um smartphone duro na queda

Novo celular da Motorola é resistente a poeira, chuva, maresia, vibração, impacto e temperaturas extremas

Smartphones com tela sensível ao toque geralmente também são sensíveis aos tombos. E lá se vai a aparência elegante do aparelho, após algumas quedas que também podem prejudicar suas funcionalidades. Para os usuários que precisam de um celular robusto para aguentar os trancos e barrancos do dia a dia de trabalho em condições adversas - mas sem dispensar o design e as funcionalidades de um bom smartphone -, surge no mercado brasileiro o Motorola i1.

O aparelho, lançado pela operadora Nextel e testado pelo Tecnoguia, é semiblindado, seguindo o padrão de tecnologia militar 810F, que o torna resistente a poeira, chuva, maresia, vibração, impacto e temperaturas extremas. Duro na queda, o i1 tem as bordas emborrachadas amortecem impactos e, além disso, protegem suas entradas do contato com poeira e umidade.

Um destaque do i1 no quesito durabilidade vai ainda para a sua tela de safira, de 3,1 polegadas, resistente a arranhões. Durante o teste, o i1 foi arrastado com a tela para baixo sobre uma superfície de madeira e não sofreu arranhão algum.

Além da robustez, o i1 tem outros destaques. É o primeiro celular lançado no Brasil com o sistema operacional Android, do Google, que vem com o recurso push-to-talk (PTT), útil no serviço de comunicação via rádio da Nextel.

A adoção do Android neste modelo da Motorola é um ponto positivo. O sistema do Google é o que mais cresce na preferência dos usuários no competitivo mercado de smartphones. O Android oferece milhares de aplicativos gratuitos, das mais diversas utilidades. Basta o usuário tocar no ícone do Android Market para escolher os aplicativos que desejar instalar.

O i1 vem com alguns programas pré-instalados, como o serviço de navegação veicular GPS Nextel e os jogos Tiger Woods PGA Tour e Monopoly. Há também aplicativos destinados ao uso dos serviços Facebook, Google Talk, Google Maps e Gmail.

Este é também o primeiro aparelho Android da Motorola com o recurso de digitação Swype, que tem o objetivo de facilitar a escrita em aparelhos com teclado virtual em tela sensível ao toque, como é o caso do i1. Com o Swype, é possível digitar textos com mais agilidade, deslizando os dedos pelas teclas virtuais. No modelo testado pelo Tecnoguia, porém, a versão do Android não é das mais atuais. Ainda é a 1.5. Há modelos da Motorola, como o Milestone, que vêm com a versão 2.1 do sistema, mais aprimorada e atualizada - e já surgem no mercado os smartphones com a nova versão 2.2.

A versão do sistema instalada neste lançamento da Motorola também não vem com a interface Motoblur, que agrega várias redes sociais na telinha - e que está presente em outros modelos da mesma marca, como o Quench, o Flipout e o Backflip.

Na parte de hardware, o aparelho agrada com os demais recursos que hoje acompanham os smartphones. A câmera digital de 5 MP, com flash, surpreendeu com a boa qualidade das fotos, bem mais nítidas do que as que costumamos ver em outros celulares. O i1 oferece o recurso de "geo-tagging", que aliado ao GPS marca a posição geográfica de onde a foto foi tirada. Imagens, vídeos e músicas podem ser armazenadas em um cartão micro SD de 8GB que acompanha o aparelho. Quanto à conectividade, o aparelho oferece recursos de acesso sem fio Wi-Fi e Bluetooth. Continua>>>

L3R ? 3NT40 CL1K N0 4NÚNC10 QU3 T3 1NT3R3SS4 ! 4GR4D3Ç0 !

***