Conteúdo de Qualidade Superior

Vamos rever os desmandos do governo interino

Brasil 247 - 
"Convicta de que será reconduzida ao poder na votação prevista para meados de agosto, no Senado, a presidente eleita Dilma Rousseff diz, na entrevista exclusiva concedida ao 247, que diversos desmandos da administração provisória de Michel Temer serão revistos; "Não existe hipótese de deixar o ministério da Ciência e Tecnologia dissolvido", diz, referindo-se à pasta fundida com a Comunicação, sob o comando de Gilberto Kassab; Dilma critica ainda o desmonte de políticas públicas voltadas para minorias, que sumiram na reforma administrativa de Temer, e também faz reparos à nova chefe da secretaria das Mulheres, Fátima Pelaes, que disse ser contra o aborto mesmo em casos de estupro; "O agente público não tem que gostar ou não gostar da lei; ele tem que obedecer e ponto"; ela afirma ainda que, após o fim desse processo, a lei de 1950 que rege o impeachment no Brasil será revista, justamente por permitir que um presidente provisório, como Temer, desmonte políticas públicas "sem um milímetro de legitimidade para isso."

Também Leia:  10 de Junho Dia Nacional de Mobilização - Fora Temer - Nenhum Direito a Menos