Gilmar Mendes não tem limite nem simancol

Na ânsia de aparecer o tucano mininistro do STF - Supremo Tribunal Federal - Gilmar Mendes soltou "nota de protesto" contra prisões de magistrados que colaboraram com os golpistas lá na Turquia.

Segundo o site Jota o palhaço de toga disse que:

"a justiça eleitoral vai pedir providências à Comissão de Veneza, Comissão Europeia para a Democracia através do Direito, e ao Idea, Instituto Internacional para a Democracia e Assistência Eleitoral"

Acontece que ele não tem autoridade de representar o Brasil na Comissão. Os representantes do país são: O presidente e vice-presidente do Supremo, Ricardo Lewandovski e Carmem Lúcia respectivamente.

Ah, mas isso não vem ao caso para um dos membros do PCC - Primeiro Comando de Curitiba -.

Babaca!