Jornada pela Democracia

Desde o início do processo de impeachment, a presidenta Dilma tem dito que sua tarefa é resistir à tentativa de ruptura da normalidade democrática no Brasil. Está lutando e continuará a fazê-lo porque é sua obrigação defender o mandato que as brasileiras e os brasileiros lhe conferiram e é seu dever garantir o respeito à Constituição.
O impeachment é um golpe, porque a presidenta Dilma não cometeu crime de responsabilidade. Até mesmo a junta pericial composta por técnicos do Senado a pedido da Comissão de Impeachment chegou a esta conclusão.
Tire suas dúvidas no FAQ do projeto: http://goo.gl/8klvhs
Guiomar Lopes e Celeste Martins são amigas de longa data da presidenta Dilma. Lutaram na ditadura militar, e continuam lutando, pela democracia. Agora, querem ajudá-la a seguir na resistência, pelo seu mandato e pela manutenção da democracia brasileira. "Achamos importante abrir uma conta onde as pessoas pudessem fazer doações e haver disponibilidade de recursos que a presidenta pudesse usar para as suas viagens," afirma Guiomar.
Mostrar que o impeachment é fraudulento requer conversar com parlamentares, representantes de instituições e de movimentos sociais. Requer, sobretudo, estar junto a cidadãs e cidadãos de todo o País, alertando e mobilizando sobre o papel fundamental de cada um na resistência ao golpe.
A presidenta Dilma precisa viajar pelo Brasil afora. Vinha fazendo isto com frequência e, em cada lugar que visita, vem recebendo o apoio e o carinho do povo, que reconhece a injustiça contra ela e se soma, cada vez mais, à resistência democrática.
A denúncia do golpe incomodou o governo provisório e ilegítimo, que estabeleceu medidas restritivas à movimentação da presidenta. Tenta impedi-la de estar junto da população, para evitar que o golpe seja mostrado como realmente é: um processo espúrio de retirada de direitos do povo, inclusive o mais importante, que é o direito de escolher seus governantes pelo voto direto.
Precisamos somar esforços e contribuir para que a resistência ao golpe possa avançar. A presidenta Dilma precisa continuar viajando pelo Brasil, liderando a defesa da democracia. Ela precisa de sua ajuda!
Tire suas dúvidas no FAQ do projeto: http://goo.gl/8klvhs
A colaboração de todas e todos é muito bem-vinda, independentemente do valor. Por isso, as recompensas são simbólicas, virtuais e iguais para todas as faixas. Cada apoiador da Jornada pela Democracia tem papel fundamental na resistência democrática.
Só serão aceitas doações de pessoas físicas. Confira no vídeo o passo-a-passo para quem quer contribuir para a Jornada pela Democracia.
Tire suas dúvidas no FAQ do projeto: http://goo.gl/8klvhs
Orçamento
Taxa do Catarse: 13%
Impostos: 4%




O restante do valor arrecadado (83%) será usado para pagamento de despesas com deslocamento da presidenta Dilma. A prestação de contas detalhada será apresentada, periodicamente, no site www.dilma.com.br.
Postar um comentário

***