Conteúdo de Qualidade Superior

O custo do golpe: mais pobres

da série: Eu acho é pouco

Os midiotas, coxinhas e paneleiros votaram nos Dorias da vida ciente que se tornarão sócios deles e poderão usar Raph Lauren como roupa de casa. Para sair usarão Louis Vuitton, calçados Jimmy Choo, perfumes Chanel, relógio Rolex e irão na sua Ferrari do ano. Que assim seja. 

Mas, enquanto isso não acontece sugiro que leiam o texto abaixo:



247 – Uma década de expansão da pobreza. Isso é o que acontecerá com o Brasil, segundo reportagem de capa do jornal O Globo, a partir de estudo da consultoria Tendências.
De acordo com o trabalho, pelo menos 1 milhão de famílias voltarão às classes D e E nos próximos 9 anos, fazendo com que o Brasil tenha cerca de 41 milhões de pobres, em 2025.
"As famílias vão ter que se acostumar a vive com menos por mais tempo", diz Adriano Pitoli, autor da pesquisa.
Eis aí um retrato do custo do processo de impeachment, iniciado em 2014, logo após a vitória de Dilma Rousseff, quando PSDB e PMDB se uniram na agenda do "quanto pior, melhor".
Conseguiram afastá-la, mas herdaram um Brasil que retrocede pelo menos uma década e que deverá voltar ao mapa da pobreza.
Resultado de imagem para grifes famosas de roupas