Lula não barganha com quadrilheiro de Curitiba

"Eu acho que não tem barganha. Fez essa proposta de barganha para diminuir [o número de testemunhas], e que assim ele não exigirá minha presença, para mim não tem problema. Se for necessário, eu mudo para Curitiba, e fico lá o tempo necessário para esperar o julgamento. A gente não vai abrir mão de uma testemunha que nós consideramos importante para esclarecer a opinião pública"

Lula - em entrevista ao jornalista Kennedy Alencar no SBT, exigindo a observância do devido processo legal e o respeito ao Estado de Direito. Atitude de um Estadista, a quadrilha de Curitiba não sabe o que é isso.

Saiba porque a quadrilha de Curitiba não aceitou a delação de Marcos Valério

Delação do empresário Marcos Valério é bombástica e atinge não apenas o senador Aécio Neves (PSDB-MG), como também o ex-presidente F...