Pular para o conteúdo principal

Josias de Souza: Bolsonaro cria a Bolsa Mídia

 Jair Bolsonaro diz ser “totalmente favorável à liberdade de imprensa”. Mas esclarece: “Temos a questão da propaganda oficial do governo, que é uma outra coisa.” Informa que veículo de comunicação que se comportar de “maneira indigna”, como a Folha, “não terá recurso do governo federal.”
Faltou esclarecer:  
1) Quanto em dinheiro do contribuinte o presidente eleito se dispõe a entregar aos jornais, revistas, portais ou emissoras de rádio e TV que falarem bem dele?  
2) Quem não falar mal do capitão também fará jus a um naco do Bolsa Mídia?
Bolsonaro deveria incluir no seu programa de erradicação da imprensa que imprensa a recriação de um velho órgão do Estado Novo. Chamava-se DIP, Departamento de Imprensa e Propaganda. Chefiando-o, o jornalista Lourival Fontes (1899-1967), grande maquiador de imagens, criou para Getúlio Vargas o título de “pai dos pobres”
De resto, será preciso rasgar as normas que atrelam a contratação da publicidade governamental à audiência do contratado. O grosso da verba —coisa de mais de 60%— sai dos cofres de estatais que concorrem no mercado. Mas quem se importa?
O que interessa é que o “Brasil esteja acima de tudo, Deus acima de todos” e Bolsonaro acima de qualquer suspeita. No trecho predileto do capitão (João 8:32), a Bíblia Sagrada ensina: “Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará”. Quando a verdade oficial for muito preciosa, você, caro contribuinte, decerto não se importará de pagar uma boa escolta de mentiras.
Jornal Folha de São Paulo


Agradeço clique nos Anúncios dos patrocinadores

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ceará - Na segunda pesquisa, os números mantêm o quadro da primeira com a vantagem de Cid sobre os demais candidatos

Os números da última pesquisa do Ibope apontam para a reeleição do governador Cid Gomes (PSB). Se as eleições fossem hoje, Cid teria 31% a mais das intenções de votos de todos os outros seis candidatos ao Governo do Estado do Ceará. O governador hoje tem 61% da preferência do eleitorado cearense.


O segundo colocado na pesquisa é o candidato Lúcio Alcântara (PR) com 17%. Na pesquisa anterior ele aparecia com 24%. Marcos Cals hoje tem 10%, um ponto acima do que recebera na pesquisa anterior que foi publicada no último dia 3 de agosto. Os demais candidatos ficaram com os mesmos números da pesquisa anterior.


Um total de 69% dos eleitores cearenses disseram, ao responder a pergunta "Independente da sua intenção de voto, quem o (a) sr (a) acha que será o próximo Governador do Ceará", que será Cid Gomes; apenas 9% citaram o nome de Lúcio Alcântara e 3% o de Marcos Cals. Nenhum outro candidato foi citado.


Senado
Quanto ao quesito rejeição, a candidata do PCB, Nati é apontada por 25% dos…

Mais uma puta na capa da Playboy

A puta brasileira que leiloou a virgindade, é capa da revista Playboy de janeiro. Um japonês arrematou a grande noite com a catarinense por US$ 780 mil. Segundo o site da Playboy, ela contou que o ato seria consumado em pleno ar, mas tudo está aguardando decisão judicial para o acordo ser consumado. A repercussão em volta do nome de Catarina foi tamanha que até no mundo da moda ela virou notícia.  Em novembro deste ano, no Fashion Rio, a grife TNG resolveu inserir a moça no casting do desfile da marca. Quando ouviu que a novidade seria vista com maus olhos pelos clientes e, diante da rejeição, o diretor da grife decidiu cancelar a participação da catarinense. Na Austrália, a jovem filma o documentário Virgins Wanted, que narra toda a história do leilão. Em entrevista à apresentadora Ana Maria Braga, Catarina contou que viu a proposta do diretor australiano de produzir um documentário que abordava a virgindade. "Resolvi enviar um e-mail, por impulso. Não imaginei que ele fosse respon…

A mais bela transexual do mundo é brasileira

Um dos prêmios de Marcela Ohio, que venceu o Miss internacional Queen, é a operação na Tailândia. 'O sonho dela', conta namorado. Carol Marquesdo EGO, no Rio "Cumpri o meu dever. Espero que agora o mundo da moda se abra para mim", estas foram as primeiras palavras de Marcela Ohio após vencer o Miss Internacional Queen, na Tailândia, que reuniu no país as transgêneras mais bonitas do mundo. Do alto de seus 1,80m, a brasileira de 18 anos desbancou as concorrentes e agora tem dois projetos pela frente: a de tornar-se uma top como a compatriota Lea T e, finalmente, tornar-se uma mulher de fato. "O sonho dela é operar. Se não ganhasse o concurso, no qual um dos prêmios é a operação, eu emprestaria o dinheiro para ela fazer", conta Felipe Ávilla, o namorado orgulhoso. E de pensar que Marcela não se achava a altura das concorrentes ao Miss T 2012, que a elegeu e por isso ela ganhou a chance de representar o Brasil em uma competição internacional. "Quando a procu…