***

MTST tem obrigação de ocupar os apartamentos de Lula

O proprietário liberou, o que o Mtst espera para ocupar o triplex e o apartamento em São Bernardo do Campo?... E o MST não vai ocupar a chá...

Essa parece ser do patriota José Dirceu

Deputado anti-impeachment vence e será candidato do PMDB na Câmara

castro
Marcelo Castro, ex-ministro da Saúde do Governo Dilma, venceu a eleição interna do PMDB para ser o candidato – formalmente – do partido. Teve 28 votos entre os 46 deputados presentes à reunião, da bancada de 66 no total.
Castro votou (veja o vídeo, abaixo) contra o impeachment de Dilma.
Começa agora a corrida para eliminar os “independentes” da disputa de amanhã.
É que, se a esquerda se somar a Castro, embola a disputa por um eventual segundo turno na eleição do novo presidente da Câmara.
A dupla dada como “barbada” para isso – Rogério Rosso  e Rodrigo Maia passa a ficar ameaçada.
Não quer dizer que Temer corra o risco de perder.
Mas que tenha de se expor, numa disputa de segundo turno, a apoiar Rosso, o candidato de Cunha, contra um candidato de seu próprio partido.
Se Castro for candidato para valer – e seu voto no impeachment não dá mostras de que seja dado a farsas – além dos votos que teve na reunião de bancada,alguns desgarrados, tem a possibilidade de atingir mais de 120 votos, algo próximo dos 137 contrários à destituição de Dilma Rousseff.
O que deve fazer o Governo Temer a desembarcar de vez na candidatura Rosso, para liquidar a fatura.
DEM, PSB e PSDB têm de encarar a realidade: seu papel é de coadjuvantes.