***

Ministro do STF crítica a quadrilha de Curitiba

O ministro do Supremo Tribunal Federal, Março Aurélio Mello deu uma rolada na força-tarefa da lava jato, disse ele:
"Não consigo conceber que se tenha considerado que o órgão público receba uma espécie de gorjeta".
Tradução:
Não consigo conceber que se tenha considerado que o órgão público receba uma espécie de gorjeta.

No popular:
Mello não aceita que o MPF e o Moro receba propina.

Nem eu!