R$ 1,41 bilhão o valor de doações eleitorais suspeitas na campanha deste ano

Tem mutreta para todos os gostos.

  • Beneficiário do Bolsa família doando 75 milhões
  • Prefeito doando 60 milhões para o diretório municipal
  • Outro sem renda compatível doou 50 milhões
  • 290 mortos doaram um bom dinheiro 
E por aí vai. 
Mas, para mim tem algo ainda pior, mais imoral e suspeito, é que o TSE - Tribunal Superior Eleitoral -, presidido atualmente pelo insuspeito tucano Gilmar Mendes, não revela os nomes de quem doou e para quais partidos.

A minha alegria é saber a imparcialidade do nosso incorruptível poder Judiciário e do MPF - Ministério Público Federal -.