A farsa, a forma e o conteúdo




(...) Temer 345 mil dólares 
por Armando Rodrigues Coelho Neto

Quando a PF - Polícia Federal - passou a dar visibilidade às suas Operações, um dos primeiros críticos foi o ministro do STF - Supremo Tribunal Federal -, que cunhou o termo "espetacularização de prisões. Com igual ênfase, um célebre advogado paulista, que hoje defende um dos "réus" (petista) na Operação farsa jato, iniciou uma cruzada contra invasões da polícia federal nos escritórios de advocacia. Tempos nos quais não se aceitava violação de direitos fundamentais, nem quaisquer arranhões a Constituição Federal (bons tempos aqueles). 

A fidelidade àqueles princípios resultou na anulação da "Operação Satiagraha" (que coincidentemente tinha tucanos graúdos envolvidos na roubalheira)...Leia mais aqui>>>