Cerveró: compra da Compac teve propina de 12,% para governo FHC

*Essa denúncia feita pelo delator Nestor Cerveró rendeu um sonoro Isso não vem ao caso, da quadrilha de Curitiba - Moro e seus Dallagnols. A desculpa que usam é que o crime já prescreveu, seria perda de tempo investigar as roubalheiras do governo FHC.

Hoje, eles não investigam a roubalheira do Michê, vão esperar que prescreva.

Vamos fazer uma analogia.

Apenas nesse negócio da refinaria argentina eles embolsaram 100 milhões de dólares (12,6%).

Vamos aplicar essa porcentagem sobre os ativos da Petrobras "vendidos" pelo Parente. Até agora já foram mais de 13 bilhões de dólares, algo como 44 bilhões de reais, o que significa mais de 5 bilhões de propina.

E e que faz Moro e sua quadrilha? Nada!

Perguntar não ofende: será que eles levam algum por fora?

Não tenho provas, mas tenho convicção que sim.
Postar um comentário

***