Conteúdo de Qualidade Superior

Judiciário e MPF, a hipocrisia não tem teto

Eis que o Ministério Público Federal do Rio Grande do Norte acusa o corrupto senador Agripino Maia (Dem-RN) de furar o teto salarial dos servidores públicos por receber 33 mil e setecentos reais do Senado, e mais 30 mil e quatrocentos reais como ex-governador do Estado.

Que coisa linda.

Bom que o MPF do Rio Grande do Norte entrasse com uma ação contra Moro e muitos outros juízes(?) que recebem inda mais que ele.

Para não deixar por menos, qual a média do salário dos 11 minis do STF?