Mais três testemunhas de acusação inocentam Lula

Da mesma forma que na primeira audiência do processo contra Lula, em que todas as testemunhas de acusação inocentaram o ex-presidente, hoje quarta-feira (23/11) a história se repetiu. Os depoentes (Pedro Barusco, Pedro Corrêa e Paulo Roberto Costa) o isentaram em relação à acusação de recebimento de vantagem indevida de um triplex em Guarujá.

Em nota os advogados de defesa consideram que o juiz Sergio Moro se mostrou suspeito e antecipou sua intenção de condená-lo.

 "No curso da audiência, além de não seguir o rito estabelecido na lei, como registrado pela defesa em petição, Moro ainda fez nova antecipação de juízo de valor – tentando transformar o exercício do direito de defesa em falta de argumentos -, o que motivou a reiteração da sua suspeição".