Parcialidade ímpar


A mi(ni)nistra e atualmente presidenta do Supremo Tribunal Federal (STF), Cármen Lúcia, desbloqueou as contas do Estado do Rio de Janeiro, governado pelo vulgo Pezão (Pmdb) e não desbloqueou as do Estado de Minas Gerais, governado por Fernando Pimentel (PT). Há não ser coxinhas, paneleiros e midiotas, inda tem quem diga que a corja do judiciário não persegue o Partido dos Trabalhadores?
Resultado de imagem para corrupção judiciario
S0M3NT3 Cl1C3R S3 0 4NÚNC10 T3 1NT3R3SS4R S0M3NT3 Cl1C3R S3 0 4NÚNC10 T3 1NT3R3SS4R

***