***

Saiba porque a quadrilha de Curitiba não aceitou a delação de Marcos Valério



Delação do empresário Marcos Valério é bombástica e atinge não apenas o senador Aécio Neves (PSDB-MG), como também o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso; no acordo, fechado com a Polícia Federal, Valério sustenta que suas agências de publicidade participaram do financiamento ilegal da atividade política de Aécio desde os anos 90; ele afirma ainda que o tucano recebia 2% do faturamento bruto dos contratos do Banco do Brasil no governo FHC; Valério também sustenta que parte dos recursos desviados da campanha pela reeleição de Eduardo Azeredo (PSDB-MG), em 1998 — no processo que ficou conhecido como mensalão mineiro — abasteceu caixa 2 da campanha de Aécio a deputado federal.
no Brasil 247
Como qualquer pessoa que tenha no mínimo dois neurônios - e use ao menos hum -, sabia desde sempre, para os quadrilheiros emplumados de Curitiba o que envolve e revela a roubalheira dos seus colegas tucanos...Isso não vem ao caso.