Pular para o conteúdo principal

Escusa-me, por Gilberto Dimenstein

Peço desculpas - mil desculpas - aos meus eleitores por ter falado tão bem e defendido tanto os procuradores da Lava Jato. Considero que o resultado tem amplo pontos positivos. Mas depois dos comentários que li sobre parentes mortos de Lula, vi que eles são canalhas morais [imorais].

Comentários