Quem com arrogância fere...

TER, 30/09/2014 - 14:56

Jornal GGN – A Ordem dos Advogados do Brasil do Distrito Federal rejeitou um pedido de Joaquim Barbosa, ex-ministro do Supremo Tribunal Federal de ter direito a registro para exercer a advocacia. Ibanez Rocha, presidente da OAB-DF indeferiu o registro alegando que a conduta do ex-ministro feriu a ética profissional e citou dois desagravos feitos pela entidade em defesa de advogados que foram ofendidos por ele.

Um dos ofendidos por Barbosa foi o ex-ministro Maurício Correa, já falecido e que foi acusado por ele de usar o prestígio como ex-ministro para ações que transitavam no STF. O outro alvo de Barbosa foi o advogado José Geraldo Grossi, que teria sido ofendido pelo ex-ministro quando presidente do STF que afirmou haver um conluio de advogados para defender os mensaleiros.

A OAB já notificou Joaquim Barbosa da decisão de seu presidente. Agora, o ex-ministro terá que recorrer à comissão de seleção para pedir que o despacho de Ibanez Rocha seja anulado. Outra opção de Barbosa será recorrer à Justiça para ter direito ao registro da Ordem.

Para os professores do Twitter

Penso como Patativa do Assaré:
É mió iscrevê errado a coiza certa do que escrever certo a coisa errada.

@Tiririca2222

Postagens + populares