Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 6, 2008

Petróleo dispara

O preço do barril de petróleo superou até a mais pessimista das previsões e fechou a sexta-feira mais em Nova York a mais de US$ 138,54 contra US$ 127,79 da véspera.

A subida é atribuída, além da desvalorização do dólar ante o euro, à declaração do vice-premiêisraelense, ShaulMofaz, de que Israel poderia fazer um ataque militar ao Irã.

Mofaz fez a ameaça em um jornal israelense: "Se o Irã prosseguir com seu programa de armamento nuclear, nós atacaremos".

Que negocio é esse, eles não viram que o copom aumentou em 0,50% a taxa selic não?

E aí tucademos do BC, parece que eles acharam pouco.

O negocio é subir a selic logo pruns 25% (DEMO) e depois pra 45% (PSDB).

Só assim eles terão alguma chance em 2010.

Milagre

Três homens andaram sobre as águas em toda a história da Humanidade: O primeiro foi Cristo. O segundo foi Pedro. O terceiro foi Ivangivaldo.
Pera ai....
Quem é Ivangivaldo ?!
Esse cara da foto ai !!!

Bipop - Extra

Extra, extra, extra, pesquisa do BIPOP (briguilino instituto de pesquisa e opinião publica), realizada ontem sobre intenção de votos para presidente (2010) traz o seguinte resultado:
Serra 36%
Ciro 20%
Dilma 18%
Heloisa Helena 14%
Aécio Neves 9%
Não quis responder 3%

A margem de erro da pesquisa é de 2%.

São estes números que estão tirando o sono dos tucademos e demais adversários da Favorita - Dilma - .

Dilma - A Favorita

O "escândalo" provocado pelas denúncias da ex-diretora da AnacDenise Abreu contra a ministra Dilma - A Favorita - provocou alívio na turma tucademo de Sampa que não consegue dormir direito com medo das investigações sobre o propinoduto da Alstom.

É que as acusações da ex-fumadora de charutos da Anac servem ao PIG como uma cortina de fumaça para ofuscara o escândalo envolvendo o pagamento de suborno, pela multinacional francesa, a políticos do PSDB/DEMO.

É o que o PIG quer fazer.

Quanto a envolver A favorita - Dilma - no noticiário nacional?...Ela, Lula, e o PT agradecem.