Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro 4, 2014

Briguilinks do dia

O voto e o Povo soberanoNessa eleição, como em nenhuma outra, o que decidiu o voto foi ele, o cidadão eleitor soberano com sua consciência, experiência de vida e convicção. Ele resistiu a toda espécie de pressão e propaganda contra nosso partido e governo. Nem mesmo a mídia, particularmente a Rede Globo e a Veja - com todo seu peso mudou sua posição a favor da reeleição da presidenta Dilma. Nem mesmo todo o conglomerado
Como diria o General Argemiro, por rdmaestri- sobre a presidente ser reeleita no primeiro turno - O General Argemiro foi o meu avô, como disse uma tia velha minha, já falecida, era um homem boníssimo, uma alma caridosa, não podia ver uma viúva passando necessidades (e casadas também) que ele ia oferecer a sua mão amiga. Além de boa criatura com a almas necessitadas o General gostava muito de prado, e perdeu todo o dinheiro da família em
O Povo, O voto soberanoNeste fim de semana – no domingo – falará pela voz do povo o voto soberano. Cada cidadão e cada cidadã exercerá o…

Dilma lamenta morte do ator Hugo Carvana

A presidenta Dilma Rousseff divulgou, neste sábado (4), nota de pesar pela morte do ator e diretor Hugo Carvana.Confira a íntegra da nota da presidenta:


Foi com tristeza que tomei conhecimento da morte do ator e diretor Hugo Carvana. Referência no cinema e na TV, Carvana dirigiu os longas "Vai trabalhar, vagabundo" e "Bar Esperança".Aos familiares, amigos e fãs ofereço meus sentimentos neste momento de dor.Dilma Rousseff
Presidenta da República Federativa do Brasil

O voto e o Povo soberano

Nessa eleição, como em nenhuma outra, o que decidiu o voto foi ele, o cidadão eleitor soberano com sua consciência, experiência de vida e convicção. Ele resistiu a toda espécie de pressão e propaganda contra nosso partido e governo. Nem mesmo a mídia, particularmente a Rede Globo e a Veja - com todo seu peso mudou sua posição a favor da reeleição da presidenta Dilma. Nem mesmo todo o conglomerado Globo e a Veja, esta ainda vista como a maior do país, mas que deixou de ser revista e há muito tempo transformou-se num panfleto político-ideológico. Leia mais>>>


Como diria o General Argemiro, por rdmaestri

- sobre a presidente ser reeleita no primeiro turno -
O General Argemiro foi o meu avô, como disse uma tia velha minha, já falecida, era um homem boníssimo, uma alma caridosa, não podia ver uma viúva passando necessidades (e casadas também) que ele ia oferecer a sua mão amiga.
Além de boa criatura com a almas necessitadas o General gostava muito de prado, e perdeu todo o dinheiro da família em mulheres rápidas e cavalos lentos. Porém uma de suas máximas era "Não se troca de cavalo no meio da corrida", e parece que a nossa direita está fazendo isto pela segunda vez. Saiu turbinando o Aécio e quando o avião do Campos desceu na mesma velocidade que a Marina subiu para depois descer, trocou seu voto para Marina (a última esperança do clube militar, que certamente se o Gen. Argemiro estivesse vivo só estaria lá para pelar os velhinos no carteado). Quando Marina começou a cair, de novo trocam de aposta, e simplesmente não fazem as contas. Se Aécio for para o segundo turno, provavelmen…

O Povo, O voto soberano

Neste fim de semana – no domingo – falará pela voz do povo o voto soberano. Cada cidadão e cada cidadã exercerá o seu sagrado direito de escolher seu presidente, governador, senador (este ano renova-se só 1/3 do Senado) e deputado estadual e federal.
Nessa eleição, como em nenhuma outra, o que decidiu o voto foi ele, o cidadão eleitor soberano com sua consciência, experiência de vida e convicção. Ele resistiu a toda espécie de pressão e propaganda contra nosso partido e governo. Nem mesmo a mídia, particularmente a Rede Globo e a Veja - com todo seu peso mudou sua posição a favor da reeleição da presidenta Dilma. Nem mesmo todo o conglomerado Globo e a Veja, esta ainda vista como a maior do país, mas que deixou de ser revista e há muito tempo transformou-se num panfleto político-ideológico.
Falou mais alto sua experiência de vida, de cidadão, e as conquistas dos últimos 12 anos. O eleitor conhece o PSDB e seus líderes. Conviveu com eles por 8 anos no governo (1995-2002), por 12 anos n…

Melhores Pra desopilar

Oposição: Décroissance inélégante

Como não pensei nisso antes?

Ricardo Noblat pede arrego

Você se considera bem informado sobre o que os candidatos a presidente da República pretendem fazer caso se elejam?


Você acha que pôde de fato comparar as ideias de uns com as dos outros? Você teve paciência para assistir aos debates entre eles no rádio e na televisão? Você se considera pronto para eleger com segurança o novo presidente? Ou para reeleger Dilma Rousseff? Por último, você acha que terá a ganhar ou a perder se adiar por mais 15 ou 20 dias a escolha do presidente? Leia mais>>>

Paulo Moreira Leite: Dilma sobe e Aécio vai atrás de bode expiatório

PML - Quando falta menos de 24 horas para uma eleição que teve altos e baixos mas, de seu ponto de vista, entrou na reta final em céu de brigadeiro, a campanha de Dilma Rousseff tem duas preocupações no caminho das urnas.
A primeira é impedir que o surto lacerdista dos aliados de Aécio Neves, que enfrenta o risco real de uma dupla derrota no primeiro turno — em Minas Gerais e no plano federal — possa criar um clima desnecessário de tensão política, acima dos padrões aceitáveis de convívio democrático e civilizado. A presidente enxerga a tentativa de impugnar sua candidatura — e até sua posse, nas palavras do deputado tucano Carlos Sampaio — como simples operação para disfarçar um fracasso eleitoral de dimensão histórica, que parecia impensável, quando a campanha começou.
Entre auxiliares de Dilma, a denúncia contra os Correios, acusados de manipular a distribuição de material pago para prejudicar os adversários, nunca foi levada a sério: faltam qualquer indício para dar substância a acu…

Blogueiro bicudo pede arrego

Por que não deixamos para o 2º turno a eleição do novo presidente da República? por Ricardo Noblat
Você se considera bem informado sobre o que os candidatos a presidente da República pretendem fazer caso se elejam? Você acha que pôde de fato comparar as ideias de uns com as dos outros? Você teve paciência para assistir aos debates entre eles no rádio e na televisão? Você se considera pronto para eleger com segurança o novo presidente? Ou para reeleger Dilma Rousseff? Por último, você acha que terá a ganhar ou a perder se adiar por mais 15 ou 20 dias a escolha do presidente? Desde que cheguei para morar em Brasília há mais de 30 anos, vivo de acompanhar os políticos – o que pensam, o que fazem, o que deixam de fazer.


E mesmo assim digo que responderia “não” às quatro primeiras perguntas. E responderia que só tenha a ganhar caso a eleição do sucessor de Dilma seja transferida para o segundo turno. No primeiro, há candidatos de mais e tempo de menos para que se possa selecionar com segurança aque…

Josias de Souza: Liderança de Dilma expõe a inépcia da oposição

As praças cheias de junho de 2013 mostraram que, a despeito dos avanços sociais e da elevação do consumo popular, o país estava inquieto. Nas pesquisas mais recentes, os brasileiros que desejam mudanças ainda representam mais de 70% do eleitorado. Na política, a principal notícia é um escândalo que joga no ventilador da República óleo queimado em conta-gotas. Na economia, ocupam as manchetes os maus indicadores.




Contra esse pano de fundo turvo, Dilma Rousseff chega às urnas deste domingo (5) em situação de relativo conforto. Não recuperou toda a popularidade que as ruas lhe tomaram no ano passado. Mas observa à distância a briga de Marina Silva e Aécio Neves por uma vaga no segundo turno. Como explicar?

Pode-se invocar muita coisa como pretexto para a debilidade: o poder da máquina estatal, a conversão da política num ramo da publicidade, o descompromisso do marketing com a ética, a falta de discernimento de parte do eleitorado… Tudo isso ajuda a compor o quadro. Mas é preciso acresce…

Briguilinks do dia passado a limpo