Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho 6, 2014

O verme não influencia mais nem 26% do STF

O procurador-geral da República (PGR), Rodrigo Janot, em parecer encaminhado nesta tarde (6ª feira) ao Supremo Tribunal Federal (STF), requer que o plenário da Corte Suprema do país autorize o trabalho externo ao ex-ministro José Dirceu, para que ele cumpra o regime semiaberto estabelecido na sentença do processo a que respondeu na Ação Penal 470 (AP 470).O PGR pede o mesmo tratamento também para o ex-tesoureiro do PT, Delúbio Soares, que já chegou a realizar trabalhos externos por quatro meses na CUT-Brasília, desde que se entregou às autoridades, mas teve essa autorização revogada pelo presidente do Supremo Tribunal Federal, ministro Joaquim Barbosa.Para vetar em caráter definitivo o semiaberto ao ex-ministro Dirceu e revogar a autorização a Delúbio, o presidente da Corte argumenta que eles só podem trabalhar externamente após cumprir 1/6 da pena. No parecer emitido hoje, o PGR Rodrigo Janot cita entendimento do Superior Tribunal de Justiça (STJ), segundo o qual ter direito ao semia…

Terceiro - vão perder o que?

Primeiro perderam a credibilidade.
Segundo perderam o senso do ridículo.Se perdesem dinheiro, criariam vergonha na cara?
Com certeza, Não!De quem falo? Dos institutos de pesquisa piguistas.A última prezepada veio do datafolha. Pois não é que ele publicou que o verme influencia 26% dos eleitores...O candidato da oposição mais bem colocado na mesma pesquisa, tem 19%...Hilário!

Marina e Campos, a nova maneira de cagar de coca

Como previsto, o diretório paulista do PSB, partido de Eduardo Campos, aprovou nesta sexta-feira, por unanimidade, a aliança com o governador tucano Geraldo Alckmin, do PSDB de Aécio Neves. A decisão contraria posição de Marina Silva. Ela defendia que o PSB lançasse um candidato próprio ao governo de São Paulo.Presidente do PSB de São Paulo e preferido da legenda para ser o vice na chapa reeleitoral de Alckmin, o deputado Márcio França traduziu a encrenca em números. O PSB possui no Estado 200 mil filiados, ele contabilizou. A Rede, grupo liderado por Marina, tem cerca de 100 pessoas.Prefeito de Campinas e vice-presidente do PSB paulista, Jonas Donizette lembrou que o partido oferecera à Rede a alternativa de uma candidatura própria encabeçada por Márcio França. Mas o nome foi refugado pelo grupo de Marina. De resto, Jonas realçou que a aliança com Alckmin favorece o projeto federal do PSB."Aécio já é o nosso adversário. A tendência é o debate entre Eduardo Campos e Aécio Neves r…

Neno Cavalcante

Bem à altura
Delinquente  jovem e rico é levado à delegacia sob acusação de assalto à mão armada. E dirige-se ao delegado em voz alta, cheio de prepotência: - Você por acaso sabe quem é o meu pai? O delegado olhou bem para o criminoso e respondeu:  - Acho que não sei quem é o seu pai. Você já tentou perguntar à sua mãe?

O entreguismo é a primeira canalhice do canalha!

Outros

Comitê cobra pensão vitalícia a famílias de operários mortos nas obras da Copa

Tetris - trinta anos

Um dos games mais famosos, o clássico Tetris foi lançado na Rússia em 6 de junho de 1984, quando o mercado era dominado essencialmente pelos japoneses. Somando todas as vendas em consoles, Tetris atingiu 70 milhões de cópias, sendo 35 milhões para o Gameboy, da Nintendo. Nesta sexta-feira, o game completa 30 anos.
O tempo passou e o desenvolvedor Alexey Pajitnov hoje se diverte com os games atuais, que na opinião dele são superficiais. "Os desafios hoje são mais fáceis, mais simples de resolver, não profundos o suficiente para que você precise de uma hora para descobrir a solução de um único problema. É um pouco leve demais para meu gosto, mas eu acho bom, pois mais pessoas podem jogá-los", diz em entrevista ao site Re/Code.
Tetris possui dezenas de versões, criadas por diferentes empresas, incluindo uma japonesa que torna as peças invisíveis, obrigando o jogador a decorar a localização de todas as peças já colocadas. Existem versões também para smartphones e tablets, com mais…

Por que a oposição não compara?

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva defendeu as realizações de seu governo e da presidenta Dilma, em palestra nesta quinta-feira (5), nos 10 anos da revista Voto, em Porto Alegre. O presidente lembrou, entre outras realizações, que em 11 anos, dobraram o número de estudantes universitários no Brasil – de 3,5 milhões para mais de 7 milhões de jovens – e que, embora muitos digam que isso foi apenas “esforço próprio”, houve um papel importante do governo nessa ampliação, com programas como Reuni (ampliação de vagas nas universidades federais), Prouni e Fies. “O povo se esforçou para aproveitar as oportunidades criadas nesse país.” Baixe as fotos em alta resolução no Picasa do Instituto Lula. O presidente reforçou que o Brasil não pode esquecer como ele era no passado, e como está hoje. Ele perguntou aos empresários: “alguém estava em 2002 melhor do que esta hoje?”. Para Lula, é necessário dizer, principalmente aos mais jovens, porque os que tinham oito, 10 anos quando começou o gover…

No mês que falta amor, sobra trabalho

O mês de maio começou e ventos devastadores passaram pelos relacionamentos amorosos. Os casais entraram em crise, alguns terminaram, outros acabaram voltando. Nem todos os desfechos foram bonitos, mas se faltou amor, certamente sobrou trabalho. O feriado do dia do trabalho, para nós, veio como o prenúncio de um mês atribulado, graças às férias do Jader Pires. O bom moço conheceu terras mexicanas, tomou tequila e mapeou os ringues de lucha libre. Nós que ficamos, tomamos conta desse vosso site masculino com todo o esmero que já é habitual, contando também com os reforços do Rafael Nardini. Nesse meio tempo, não apenas falamos do Senna, das tragédias amorosas do mês de maio, de relações viciadas pelo sexo, de esportes insanos como o ciclismo, de  como encontrar um bom professor de artes marciais, como também tivemos espaço para muito mais. Essa é uma pequena amostra do que tivemos, baseado naquilo que vocês mais visitaram. 1. Bom dia, Mayara Rios, por Jader Pires (62.044)“Ver a Mayara é dei…

Poemas do Carcere

“Um dia encarcerado: Mil anos lá fora”.
Não é vã palavras  este provérbio antigo.
Quatro meses na cela destruíram meu corpo mais que dez anos de vida.
Quatro meses de fome, quatro meses de insônia, sem mudar de roupa sem poder me lavar.
Abandonou-me um dente, cabelos branquearam, negro, magro, faminto, vestido de sarna e de feridas.
Mas paciente sou, duro, rijo, sem recuar um palmo.
Materialmente miserável, o moral, firme.

Ho Chi Min  - Poeta vietnamita -

Emir Sader

Não é a Copa, imbecil, são as eleições!

A imagem do Brasil foi projetada internacionalmente nas ultimas décadas de três maneiras distintas: o Brasil da ditadura militar, o Brasil do neoliberalismo e o Brasil do Lula. O da ditadura tinha a cara do “milagre econômico” e a da repressão. Cada campo político exaltava um lado. No neoliberalismo, da mesma forma, o Brasil foi retratado de modelo que parecia se consagrar a fracasso. O Brasil do Lula foi a imagem mais difundida do país em muito tempo. Depois de estar apagado na mídia internacional por um bom tempo, de repente, para surpresa geral, no meio da era neoliberal, o pais mais desigual do mundo passou a ser a referencia na luta contra a fome e o modelo de sucesso no combate à desigualdade. É uma imagem que incomoda muito. Antes de tudo, às hostes neoliberais, cujos princípios são negados abertamente pelo Brasil, que faz residir nessa negação exatamente o seu sucesso. E incomoda aos setores da ultra-esquerda, que já tinham cantado a “trai…