Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 17, 2018

Rio de Janeiro no próximo sábado

E uma semana depois de decretada a intervenção militar no Rio de Janeiro, próximo sábado (25/02),  (abaixo) a apresentação do Jornal Nacional sobre a violência na Cidade Maravilhosa será assim:

Cardumes de silêncio

Estamos tão cansados
Cansados
E o amanhã tão distante
Sempre distante
Insistem em devorar meus olhos.

A vida coruja
Um bicho que voa
Olhos para me ver nenhum.

Cardumes de silêncios
No aquário quarto em que sufoco
segundos antes do naufrágio

Nydia Bonetti
Recebido por e-mail

Felicidade não é o destino e sim a viagem.

Não são as coisas que possuímos ou compramos
que representam riqueza, plenitude e felicidade.
São os momentos especiais que não tem preço,
as pessoas que estão próximas da gente e que
nos amam, a saúde, os amigos que escolhemos,
a nossa paz de espírito.(Martha Medeiros)


Recado aos manifestoches

E o garoto disse ao militar:

- Então quer dizer que vocês vão fazer pose para serem aplaudidos pelos manifestotches retratados pela Tuiuti...bom lembrar aos babacas que o Comando Vermelho e o Terceiro Comando nasceram e cresceram durante a ditadura militar, viu?


Golpe: seguindo o roteiro

Desde o "com Supremo com tudo"...membros das Forças Armadas já estavam com a quadrilha de Michel Temer.  Os fatos não mentem jamais.
*** ***

Golpe: o roteiro de Jucá seguido à risca

(...) Conversei ontem com alguns ministros do Supremo. Os caras dizem: só tem condições de [inaudível] sem ela [Dilma]. Enquanto ela estiver ali, a imprensa [Globo], os caras [banqueiros] querem tirar ela, essa porra não vai parar nunca. Entendeu? Então...Estou conversando com os generais, comandantes militares. Está tudo tranquilo, os caras dizem que vão garantir. Estão monitorando o MST, não sei o quê, para não perturbar. 
Pequeno trecho da conversa do Senador Romero Jucá (Líder do Temer) e Sérgio Machado

Ciro Gomes: a intervenção no Rio é mesquinha e politiqueira

As coisa não andam fáceis para os brasileiros. Em nenhuma área. Agora temos que entender a intervenção federal na segurança pública do Rio de Janeiro. Ninguém duvide [tenha certeza] a motivação é mesquinha e politiqueira. Biombo para o fracasso da malfada reforma da previdência que de reforma não tem nada, trata-se de uma aposta irresponsável...Continue lendo>>>

Também leia: O fracasso das intervenções militares no Rio de Janeiro

Jaqueline Muniz: o fracasso das intervenções militares no Rio de Janeiro

Miguelitos e manifestoches

***

Lá nas redes sociais, por Bráulio Bessa

Poesia com rapadura
Também leia: É só a cabecinha

Intervenção no Rio: manipulação grosseira

Leia com atenção e tire sua conclusão sobre a necessidade do crime organizado pelo bandidão Temer decretar intervenção das forças armadas para conter o crime desorganizado.
Relatórios da violência no Rio de Janeiro durante o Carnaval nos últimos quatro anos

Quebrar barraco é fácil. Quero ver é quebrar sigilo bancário do bandidão Temer

"Mandaram Exército, Marinha e Aeronáutica - reprimir o tráfico nas favelas. Não adiantou. Instalaram UPP - Unidade de Polícia Pacificadora - em favelas para reprimir o tráfico. Não adiantou. Michel Temer autoriza intervenção das Forças Armadas no Rio de Janeiro. Não vai adiantar. Quem pede intervenção militar precisa é de intervenção psiquiátrica"...Carlos Latuff

Fantasia

***

Romero Jucá sabe das coisas

"Com supremo, com tudo"... Neste "tudo" ele incluía as forças armadas.  É temos de reconhecer que o canalha é articulado e sabe das coisas


Charge do dia

Logo depois da Globo "pacificar" o Rio nos seus jornais, revistas, rádios e principalmente no Jornal Nacional veremos manifestoches em festa.  Viva o Brazil! *** ***

Crime organizado usa militares em intervenção no Rio

A quadrilha golpista - Crime Organizado -,  comandada pelo ladrão Michel Temer, não faz por menos, usa as forças armadas - Exército, Marinha e Aeronáutica -, para criar peça publicitária e tentar melhorar a imagem do desgoverno entreguista. Dará com os burros nágua. Eleitoralmente, nas ruas e nas urnas a esquerda já venceu a eleição de Outubro - se tiver -. Então só resta para eles o golpe clássico: Acabar com a democracia - mesmo representativa - e implantar a ditadura. Acontece que nos dias atuais da ditadura para anarquia absoluta é apenas um passo. 
Que ninguém se admire, não tamos longe de nos transformarmos numa imensa Líbia.


Intervenção no Rio: péssima reprise! por Marcelo Auler