Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 18, 2016

Chacrinha faz falta

Injustiça

O juiz de direito Matheus Stamillo Santarelli Zuliani, da 6a Vara Civel de Brasilia julgou improcedente a ação impetrada pelo Ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, contra o jornalista Luís Nassif. Gilmar foi condenado ao pagamento das custas judiciais, no valor de R$ 1.000,00.
Quem puxa aos seus não degenera!
Farinha do mesmo saco.
Corja!

STF - Supremo Tribunal de Farsantes - apronta mais uma

A penúltima dos e das corruptas da Instituição - a literatura me permite - , qual foi?
- STF decide que prisão de condenados e condenadas deve acontecer depois de confirmação em 2ª instância.
Nem vou discutir as brechas da pustiça.
O que a máfia do Judiciário e da mídia não esclarece é que isso apenas vale Para Todos.
Isto vale para seus comparsas.
Exemplo:
Um petista seja qual for, condenado sem prova cabal, confirmada a sentença em segunda instância, vai direto pra cadeia.
(sendo petista fica preso apenas porque um deus togado quer).
Agora, se acontecesse de Daniel Mendes fosse condenado em segunda instância, o que aconteceria?
Gilmar Dantas, daria um habeas corpus em menos de 24 minutos.
Fui claro ou preciso desenhar?...

Fhc: sempre farsante hipócrita e canalha, igual os que lhe protegem. Corja!

abaixo a íntegra da nota do Crápula:




Com relação ao noticiário de hoje, faço os seguintes esclarecimentos:

Os dois testes de DNA para reconhecimento de paternidade que foram feitos nos Estados Unidos tinham o propósito de dar continuidade a meu desejo de fundamentar declarações feitas por mim em Madri de que Tomás Dutra Schmidt seria meu filho (Ele, então, morava em Washington). Para nossa surpresa, o primeiro teste deu negativo, daí o segundo, que também comprovou que não sou pai biológico de Tomás. Sempre me dispus a fazer qualquer outro teste que os interessados julgassem conveniente.

A despeito disso, procurei manter as mesmas relações afetivas e materiais com o Tomás. Daí que tivesse continuado a pagar sua matrícula e sustento em prestigiada universidade americana. Da mesma forma, doei mais recentemente um apartamento a ele em Barcelona, bem como alguns recursos para fazer os estudos de mestrado e, quando possível, atendo-o nas necessidades afetivas.

Os recursos para tanto provie…

FHC, offshores, laranjas e Marinhos... Não vem ao caso

O contrato de subvenção mostrado hoje na Folha pela jornalista Miriam Dutra, afirmando que a prestação de serviços que fazia à Eurotrade Ltd., empresa das Ilhas Cayman, não interessa enquanto "pensão alimentícia" ao rapaz que se supunha então filho de Fernando Henrique Cardoso.Interessa, sim, quanto ao uso da posição de Presidente da República, cargo que ele exercia na ocasião em que foi firmado o contrato.A Eurotrade, registrada nas Cayman é de propriedade do empresário Jonas Barcelos Correa Filho – que foi apontado, dias atrás, por este blog como parceiro dos Marinho na operação do helicóptero da família, em consórcio com a Veine, dona da mansão global de Paraty –  que tinha pesados negócios envolvendo a administração federal e sua empresa, a Brasif, monopolista das free-shops dos aeroportos vendida em 2006 a americana Advent International e ao grupo suíço Dufry por US$ 250 milhões.Basta a leitura da própria Folha, no dia 24 de outubro de 2004:Há quase 30 anos, o grupo Bra…

A reação de Moro e seus comparsas da vaza jato contra acordo de leniência, por Janio de Freitas

Faz de conta
A reação da Lava Jato à medida provisória sobre acordos com empreiteiras acusadas tem uma peculiaridade: volta-se contra a Lava Jato. E traz dela um reforço, de procedência portanto privilegiada, às críticas ao recurso e à prodigalidade de delações premiadas na Lava Jato, em detrimento de investigações e provas.

Um ponto foi objeto de maior indignação na Lava Jato. Ao menos em parte, por ter sido retirado da MP antes de sua liberação por Dilma Rousseff. Foi o que exigia "reparação integral" do dano, financeiro ou outro, causado pela empresa. Porta-voz da Lava Jato, o procurador Carlos Fernando dos Santos Lima mostra-se a respeito, como de hábito, pessoa de certezas absolutas: "Não tenho dúvida de que o objetivo dessas alterações foi facilitar a vida dessas empreiteiras".

A palavra "integral", na lei, se oferecia como uma criadora de caso. Comprovar certas integralidades, para concluir a chamada leniência (a delação premiada em versão para empr…

Briguilinas da manhã

Ivan Santos @arte_prima : O Bolsa Família que FHC proporcionou a Miriam Dutra eram pago em euros e através de offshores.
Que chic né galera?

Leandro Fortes - @leandrofortes : FHC e os tucanos tem uma relação íntima com as ilhas Cayman.

***

(...) "*Ele, por meio de uma empresa mandava um dinheiro para mim
(...) Por que ninguém investigou as contas que ele tem aqui fora?
(...) Claro que ele tem contas. Como ele deu, em 2015 um, um apartamento de 200 mil euros [900 mil reais] para o filho que ele agora diz que não é dele? Ele deu um apartamento para Tomás!" Mirim Dutra

*FHC

***

Fernando Henrique Cardoso usou uma empresa de fachada, uma offshore nas Ilhas Cayman, para remunerar a amante.
Depositou, nessa falsa empresa, do tipo que corruptos e traficantes usam para lavar dinheiro, 100 mil dólares, de uma única vez - aparentemente, quando ainda era presidente da República.
Usou a Brasif, uma concessionária de free shops, para costurar essa operação ilegal.
O dono da Brasif confi…

Fhc de calcinha

(...) "Ele [Fhc], por meio de uma empresa mandava um dinheiro para mim (...) Por que ninguém investigou as contas que ele tem aqui fora? (...) Claro que ele tem contas. Como ele deu, em 2015 um, um apartamento de 200 mil euros [900 mil reais] para o filho que ele agora diz que não é dele? Ele deu um apartamento para Tomás!" Mirim Dutra - que teve um caso com Ele.
Cayman outra vez



Fernando Henrique Cardoso usou uma empresa de fachada, uma offshore nas Ilhas Cayman, para remunerar a amante.

Depositou, nessa falsa empresa, do tipo que corruptos e traficantes usam para lavar dinheiro, 100 mil dólares, de uma única vez - aparentemente, quando ainda era presidente da República.

Usou a Brasif, uma concessionária de free shops, para costurar essa operação ilegal.

O dono da Brasif confirma ter feito a operação, mas não lembra direito como foi.

Ah, tá bom.

O sujeito faz uma operação de crédito em uma empresa falsa em um paraíso fiscal PARA O PRESIDENTE DA REPÚBLICA e não lembra com…

A palhaçada do dia

Maçons protestam contra o PT e "masmorra do comunismo
Fora PT Fora Lula Fora comunismo Liberdade e morte Masmorras ao comunismo Sérgio Moro estamos com você
Fhcs - Farsantes Hipócritas Canalhas -

Decisão do STF pode apressar prisão de Daniel Dantas?