Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro 29, 2020

Política econômica e taxa de desemprego

Fonte: IBGE
2003: 12,4 2004: 11,5 2005: 9,9 2006: 10,0 2007: 9,3 2008: 7,9 2009: 8,1 2010: 6,7 2011: 6,0 2012: 5,5 2013: 5,4 2014: 4,8 2015: 8,5 2016: 11,5 2017: 12,7 2018: 13,3 2019: 16,1 milhões de desempregados...
O maior problema da classe trabalhadora são os ataques ao seu nível de vida desferida pela classe dominante para impedir que a crise econômica geral do capital diminua seus lucros, assim eles tratam de repassar todo o peso dessa crise nas costas dos trabalhadores, tirando nossos direitos para garantir seus lucros.
Desse modo, o que fica evidente é que quanto mais de esquerda é um governo melhor tende a ficar a situação da classe trabalhadora e ao contrário, quanto mais pressionado  pela classe dominante, vendido ou de direita um governo for pior a situação geral da classe trabalhadora.
Sem comentários, PT saudações

Máfia de Curitiba chantageia delator para que acuse Lulinha

Jornal GGN – Léo Pinheiro, da OAS, não teve benefício nem benevolência na Lava Jato enquanto não alterou seu depoimento para agradar a força-tarefa em Curitiba, implicando Lula. A fala pesou decisivamente na condenação do ex-presidente no caso triplex. Agora, a história se repete, mudando o delator e o delatado.Segundo a Folha de S. Paulo desta quarta (29), o delator Otávio Azevedo, ex-executivo da Andrade Gutierrez, corre o risco de ter o acordo de colaboração rescindido. Motivo: não apontou corrupção nas relações da empresa (controladora da Oi) com a Gamecorp de Fábio Luis, filho de Lula.No final de 2019, depois que Lula saiu da prisão em Curitiba, a força-tarefa liderada por Deltan Dallagnol, em parceria com a Polícia Federal sob Sergio Moro, lançou a fase ostensiva da operação Mapa da Mina, que tenta descobrir qualquer corrupção nas relações da Gamecorp com a Oi.Na narrativa inventada pela Lava Jato para tentar manter a apuração em Curitiba, Lula supostamente beneficiou a Oi quand…

Opinião comprada

Bolsonaro pagou caro p/ famosos elogiarem a terrível Reforma da Previdência - Ratinho = R$ 915 mil - Hoje em Dia = 983 mil - Datena = 331 mil - Eliana = 269 mil - Otávio Mesquita = 218 mil - Milton Neves = 119 mil - Ana Hickmann = 34 mil - César Filho = 34 mil
por BohnGass

Bolsonaro abandona brasileiros a própria morte

Enquanto chefes de Estado e governos de todo o mundo fretam aviões para retirar cidadãos do seus países de áreas infectadas com o coronavirus, o canalha mor brasileiro, Jair Bolsonaro sugere deixar brasileiros suspeitos de contaminação nas Filipinas lá mesmo. 
O que disse o fascista: "Não seria oportuno retirar de lá"...
Verme!