Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Dezembro 23, 2014

Se Bonner tiver vergonha, ele devolve o troféu Mário Lago

...Se não tiver, ele aceita. Simples assim Também leia: Turismo de negócios



Turistas de negócios gastam 4x mais no Brasil do que turistas de lazer

Pesquisa revela que turistas de negócios gastam 4x mais no Brasil do que turistas de lazer A Pesquisa completa de Impacto Econômico dos Eventos Internacionais Realizados no Brasil desenvolvida pela FGV para a Embratur revela que turistas de Negócios e Eventos gastam em média US$ 329,39 por dia no Brasil. Esse número é quatro vezes maior que as despesas dos visitantes internacionais que Continua>>>
Também leia:Quem é contra a corrupção?


Armando Boito Junior: quem é contra a corrupção?

Moral e interesses
As motivações e os objetivos das campanhas contra a corrupção que nos últimos anos têm sido a bandeira de guerra do PSDB e da grande imprensa são vários e nenhum deles é nobre. O motivo mais óbvio é obter o desgaste político e eleitoral dos governos do PT. Mas, a coisa não para por aí. Para entender melhor tais campanhas é preciso fazer uma espécie de sociologia política do discurso e da prática das cruzadas contra a corrupção, tratá-los como um fenômeno ideológico que deforma de maneira interessada a realidade política – o que não significa que o faça de modo consciente.
Temos de seguir algumas pistas e a primeira delas é a seletividade da indignação moral tucana: nem toda corrupção é denunciada e combatida. Essa seletividade opera com dois filtros
Continua>>>


Quem é contra a corrupção?

Por Armando Boito Jr., professor de Ciência Política da Unicamp
Especial para Escrevinhador

As motivações e os objetivos das campanhas contra a corrupção que nos últimos anos têm sido a bandeira de guerra do PSDB e da grande imprensa são vários e nenhum deles é nobre. O motivo mais óbvio é obter o desgaste político e eleitoral dos governos do PT. Mas, a coisa não para por aí. Para entender melhor tais campanhas é preciso fazer uma espécie de sociologia política do discurso e da prática das cruzadas contra a corrupção, tratá-los como um fenômeno ideológico que deforma de maneira interessada a realidade política – o que não significa que o faça de modo consciente.
Temos de seguir algumas pistas e a primeira delas é a seletividade da indignação moral tucana: nem toda corrupção é denunciada e combatida. Essa seletividade opera com dois filtros.

Moral e interesses

O primeiro filtro, e o mais óbvio, consiste em denunciar apenas e tão-somente os casos de corrupção que envolvem os partidos ad…

William Bonner é um mal-agradecido

Queixou-se das redes sociais ao receber um prêmio no Faustão. Ora, ele tem mais de 6 milhões de seguidores no Twitter, onde se apresenta como Tio, e agora começou a postar no Facebook cenas dos bastidores do Jornal Nacional. Se é para reclamar de alguém, Bonner deveria mirar é nos telespectadores, e não nos internautas. O JN, de Bonner, perde continuamente audiência. Em 1996, quando ele
Continua>>>
Também leia:Punir a corrupção!


Pesquisa revela que turistas de negócios gastam 4x mais no Brasil do que turistas de lazer

59
Pesquisa revela que turistas de negócios gastam 4x mais no Brasil do que turistas de lazer

A Pesquisa completa de Impacto Econômico dos Eventos Internacionais Realizados no Brasil desenvolvida pela FGV para a Embratur revela que turistas de Negócios e Eventos gastam em média US$ 329,39 por dia no Brasil. Esse número é quatro vezes maior que as despesas dos visitantes internacionais que visitam o País em viagens de Lazer, com gasto diário de US$ 73,77.

“Com uma permanência média de sete noites no País, a maioria dos entrevistados informou que pretende retornar – 38,6% em no máximo dois anos. A imagem do País é positiva para 74% e mais, 92% elogiaram a receptividade do povo brasileiro. Essa base quantitativa é muito importante para a Embratur”, destacou o presidente do Instituto, Vicente Neto.

A pesquisa foi realizada em 19 eventos internacionais nas cinco regiões do País, entre os meses de abril e setembro deste ano, e ouviu 1.726 participantes. O estudo mostra que as cidades mais…

Paulo Nogueira: Bonner é um mal-agradecido

Queixou-se das redes sociais ao receber um prêmio no Faustão.

Ora, ele tem mais de 6 milhões de seguidores no Twitter, onde se apresenta como Tio, e agora começou a postar no Facebook cenas dos bastidores do Jornal Nacional.

Se é para reclamar de alguém, Bonner deveria mirar é nos telespectadores, e não nos internautas.

O JN, de Bonner, perde continuamente audiência. Em 1996, quando ele assumiu, o Ibope era superior a 40 pontos.

Metade desse público se foi desde então, e neste instante em que escrevo mais pessoas estão deixando de ver o JN.

O JN tenta hoje se manter nos 20 pontos, mas é uma luta perdida, dada a voracidade com que a internet avança sobre todas as mídia, incluída a televisão.

Bonner, com seu JN, foi abandonado por milhões de pessoas nos últimos anos, e continuará a ser nos próximos anos.

Ele e seu chefe, Ali Kamel, formam a dupla mais abandonada da televisão brasileira, mas é preciso reconhecer que o mercado foi mais decisivo para isso do que a capacidade de ambos.

O fu…

Luis Nassif: punir a corrupção, não a Nação

Um dos grandes embates de Dilma Rousseff foi a tentativa de fixação de um teto da TIR (Taxa Interna de Retorno) nos leilões de concessões públicas. Desde as mudanças no modelo de energia, ela ainda Ministra de Minas e Energia, mostrava preocupação em reduzir o chamado custo Brasil.
Na sua primeira experiência em concessões rodoviárias, Dilma definiu tetos para a TIR. Foi bem sucedida, com a entrada de concorrentes espanhóis.
Nos movimentos seguintes, o modelo empacou. As empreiteiras refugaram e criou-se o impasse. Havia indícios de acerto entre elas, boicotando os leilões para forçar a uma mudança de modelo. Acabou sendo vitoriosa a tese de que se deixasse a TIR liberada, a competição se incumbiria de reduzir as tarifas.
Com a Lava Jato explicitando de maneira inédita a atuação do cartel das empreiteiras, fica claro que Dilma tinha razão.
***
Qual o caminho? Inabilitar as grandes empreiteiras criaria um vácuo nas obras públicas, podendo afundar mais a economia e desperdiçando uma capacida…

Dilma humilha a Rede Globo

Desde sua fundação em 26 de Abril de 1965 a Rede Globo de televisão sempre foi uma máquina política, que exerceu o poder como poucas instituições. Na verdade ela durante muito tempo pautou os demais poderes: Executivo, Legislativo e Judiciário - da ditadura militar, foi cúmplice -.

O Doutor Roberto Marinho elegeu presidentes da República, nomeou e demitiu ministros, secretários, presidentes de bancos etc...

Uma reportagem de dois ou três minutos era o bastante para defenestrar um desafeto.

Qualquer motivo era o bastante.

Teve ministro demitido por causa de uma tapioca.

Mas, com Dilma a coisa é diferente, muito diferente.

Faz dias, acho que mais de mês, a Rede Globo - rádio, jornais, revistas e telejornais - faz campanha escancarada para derrubar a presidente da Petrobras - Graça Foster -.

Domingo no Fantástico foi a bala de prata, uma entrevista com a Venina -edição venenosa -.

Segunda-feira a presidente Dilma Roussef em conversa com jornalistas afirma: Graça fica!

E a ex-toda poderos…

O primeiro Minha Casa Minha Vida com gestão popular é entregue em São Paulo

Ex-presidente Lula participou de entrega de chaves a 192 famílias organizadas em movimentos, contempladas na primeira fase. Conjunto em Taboão da Serra, na Grande São Paulo, terá 1.100 apartamentos Por Rodrigo Gomes Ato de entrega das chaves do empreendimento João Cândido, em Taboão da Serra, coroa uma década de persistência São Paulo – As primeiras 192 moradias do programa Minha Casa Minha Vida na modalidade Entidades – projetado e gerido por movimentos sociais – foram entregues neste sábado (20), em Taboão da Serra, na região metropolitana de São Paulo, em meio a muitos risos e lágrimas de famílias que pela primeira vez na vida vão sair do aluguel ou da moradia de favor. O Condomínio João Cândido – nomeado em homenagem ao marinheiro negro, líder da revolta da chibata, em 1910 –, foi articulado entre o Movimento dos Trabalhadores Sem Teto (MTST) e o Movimento Sem Teto de Taboão da Serra (MST-Taboão). É um desdobramento bem sucedido das ocupações Chico Mendes, iniciada em 2005, e João Cân…

Corruptos, corruptores e entreguista contra a Petrobras

...Todos contra a dupla dinâmica
Também leia:  Bom dia!


Mensagem da madrugada