Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Fevereiro 19, 2011

Verdade pura

publicado em Rede Liberdade. Nilma Freitas


O cara termina o segundo grau e não tem vontade de fazer uma faculdade.
O pai, meio mão de ferro, dá um apertão:
- Ahh, não quer estudar? Bem, perfeito. Vadio dentro de casa eu não
mantenho, então vai trabalhar...
O velho, que tem muitos amigos, fala com um deles, que fala com outro
até que ele consegue uma audiência com um político que foi seu colega
lá na época de muito tempo atrás:
- Rodriguez!!!! Meu velho amigo!!! Tu te lembra do meu filho? Pois é,
terminou o segundo grau e anda meio à toa, não quer estudar. Será que
tu não consegue nada pro rapaz não ficar em casa vagabundeando?
Aos 3 dias, Rodriguez liga:
- Zé, já tenho. Assessor na Comissão de Saúde no Congresso, R$
9.000,00 por mês, prá começar.
- Tu tá loco!!!!! O guri recém terminou o colégio, não vai querer
estudar mais, consegue algo mais abaixo...
Dois dias depois:
- Zé, secretário de um deputado, salário modesto, R$ 5.000,00, tá bom
assim?
- Nãooooo, Rodriguez, algo com um salário menor, eu qu…

Oriente Médio

A situação nos países árabes se agrava e as causas estão na falta de liberdade e nas condições de vida, desemprego, imigração e pobreza, agravadas em alguns casos com a corrupção dos regimes e seu caráter monárquico, familiar e oligárquico. Nesse cenário, a internet tem tido um papel relevante, dado a juventude de suas populações, assim como a disseminação da educação. Não vejo como estopim dos conflitos a questão religiosa, o islamismo, apesar de seu papel no Egito, onde a Irmandade já fazia oposição ao regime há décadas.

As manifestações de protestos no Oriente Médio e na África continuam se espalhando e, agora, chegaram ao Djibuti e se intensificaram no Marrocos, com a presença de movimentos religiosos e sindicatos, ONGs, juventude e partidos de oposição.

Não haverá solução rápida e imediata, ainda que regimes possam cair, como foi o caso do Egito e da Tunísia. Apenas é o começo de um processo de mudanças estruturais, políticas e sociais. Os acontecimentos na Líbia, Iêm…

Uma pergunta não quer calar, mesmo que a resposta seja óbvia

Preste bem atenção na charge abaixo e responda: eleitor como se sente?

Briguilino

do Leitor

Laguardia deixou um comentário sobre a postagem "Vitória histórica de Dilma":

Os comentários do post demonstram claramente que o que está em jogo não é o valor do salário mínimo e sim um embate de forças entre governo e oposição.

Os governistas querendo demonstrar que Dilma pode contar com eles para o que der e vier, e a oposição quer também demonstrar que pode ser uma pedra no sapato de Dilma.

E o trabalhador, onde fica nesta história toda? Ninguém está nem aí para o trabalhador. Afinal de contas o salário dos deputados e senadores já foi reajustado em 62% O da presidente e dos ministros muito acima de 100%.

Por que não foi dado um reajuste menor, bem menor para os deputados e governantes e usado este recurso para aumentar o salário mínimo?

Nossos representantes e governantes só estão lá para defender seus próprios interesses particulares, estão pouco se lixando para o trabalhador.
Briguilino

Sou da verdade e justiça

S...Sou da verdade e da justiça

Nilma Freitas
...defendo o povo mais do que qualque partido, se o meu partido esta errado ele esta errado, tem que defender os trabalhadores ñ que esta roubando eles , se meu partido defende os ladroes tenho que chama ele para razão doa quem doe, ou esto errada tenho que mim calar e deixa o povo se ferra.
Briguilino

Vitória histórica de Dilma

Nada mais forte no Congresso do que governo que está começando. A presidente Dilma Rousseff deu uma demonstração de força vencendo o seu primeiro grande teste na Câmara, ao aprovar, na última quarta-feira, a proposta de R$ 545 para o novo salário mínimo. O projeto seguiu para o Senado, onde será mais fácil aprová-lo, ainda que as centrais sindicais anunciem que voltarão a pressionar os senadores. O PSDB anuncia que vai defender o salário mínimo de R$ 600, como Serra propôs durante a campanha eleitoral, mas o ex-governador e senador mineiro Aécio Neves conseguiu sensibilizar alguns senadores tucanos para a sua emenda propondo o piso salarial de R$ 560.

"Nós aprovamos uma política que vai assegurar um salário mínimo de R$ 620, em janeiro de 2012".Henrique Eduardo Alves
Líder do PMDB na Câmara
No Senado

O líder do PMDB no Senado, Renan Calheiros (AL), sugeriu a desoneração dos produtos que compõem a cesta básica, como compensação, mas a maioria da Casa tende a aprovar …

Espécie em extinção

Estão acabando as empregadas domésticas, contratadas por baixo ou nenhum salário, para trabalhar de sol a sol, no emprego porque o País mudou. Este emprego era decorrência direta do tempo da escravidão e isto explicava a grande quantidade de empregadas domésticas, em residências particulares, porque elas eram uma espécie de terceira ou quarta família dos donos da casa, seja por não receber remuneração, a não ser alimentação de cada dia, diferente da servida na mesa dos patrões, seja pelo tratamento que recebiam. Na medida em que o governo multiplicar cursos gratuitos de nível médio, dando profissão às moças pobres, menos elas acorrerão a tais serviços.

Creches

Por isto, o governo precisa multiplicar o número de creches públicas de qualidade para que as mães pobres tenham onde deixar os filhos quando vão às fábricas ou escritórios batalhar pelo pão de cada dia.

Para tudo

Como nos tempos dos escravos negros, elas eram serviçais da casa e, ao mesmo tempo, satisfaziam aos apetit…

por Carlos Chagas

Guerra ao fator previdenciário

Ontem, no Senado, Paulo Paim  foi além do reajuste do salário mínimo, que por sinal será debatido terça-feira pela bancada do PT, quando então o representante do Rio Grande do Sul definirá sua posição.

Mais importante do que dar ao trabalhador 545 ou 560 reais, porém,  é atentar para o fato de que em poucos anos todos os aposentados estarão recebendo apenas o salário mínimo, por conta do execrável "fator previdenciário" criado por Fernando Henrique Cardoso. Hoje, quem recebia 3.500 reais trabalhando aposenta-se com  no máximo  2.000 reais, e a cada doze meses, com o reajuste do salário mínimo acima da inflação, e as demais aposentadorias apenas pela inflação,  será mera questão de tempo que se nivelem.  Fora, é claro, as chamadas carreiras de estado e os integrantes do Legislativo e do Judiciário, que se aposentam com vencimentos integrais.

Que um governo neoliberal tivesse imposto essa maldade, explica-se, mas não há como entender qu…

Deus tem uma resposta

Você diz: "Isso é impossível" Deus diz: "É possível" Você diz: "Eu já estou cansado"
Deus diz: "Eu te darei o repouso"
Você diz: "Ninguém me ama de verdade"
Deus diz: "Eu te amo"
Você diz: "Não tenho condições"
Deus diz: "Minha graça é suficiente"
Você diz: "Não vejo saída"
Deus diz: "Eu guiarei teus passos"
Você diz: "Eu não posso fazer"
Deus diz: "Você pode fazer"
Você diz: "Estou angustiado"
Deus diz: "Eu te livrarei da angustia"
Você diz: "Não vale a pena"
Deus diz: "Vale a pena"
Você …